domingo, 18 de janeiro de 2009

TEUS LÁBIOS:




TEUS LÁBIOS



Por largos momentos observo os movimentos ondulantes desses teus lábios e deixo-me seduzir pelo seu tom aveludado.
Percorre-me um calafrio, que me deixa extasiado e me tortura de vontade de tomar o teu sabor…


::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::




Procuro um momento, espero uma reacção, um sinal de um desejo e uma vontade mútua…
Estás tão longe, na proximidade de um toque e de uma sensação...
Quero um gomo desses teus lábios…Sentir o doce do teu paladar no amargo de uma vontade não concretizada.






:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::



Quão agridoce pode ser a vontade de um desejo reprimido apenas concretizado na imaginação de um momento.
Na plenitude de um olhar, uma faísca, uma centelha acesa em meus tímidos olhos, esconde-se o âmago de um desejo.




::::::::::::::




JOÃO PEDRO

Sem comentários: