quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Tu és O meu encanto


TU ÉS O MEU ENCANTO


O eco do teu solitário canto,

eu encontro o teu carinho,

na tua água cheia de emoção,

que mareja os teus olhos doces.


Ouve o eco da tua voz solitária,

nas profundezas de minha alma,

sente a paz que é transmitida.

pela verdade que te ilumina.


Não desistas de mim nem do cheiro,

deste amor nosso incondicional,

que nasceu nas asas do anjo irmão,

que ousou tocar nosso bem querer.


Não inventes mais palabras tristes,

sente a paz que daqui vai cúmplice,

embalada nesta musica que toca,

ao som das baladas de amor celeste.


Solta a voz e dá corpo à canção,

não deiches que o desencanto a cale,

brota o meu peito a doce emoção,

permite que esta energia se instale.


Os véus se quebram e como é leve

o jugo da caminhada por amor,

deixa eu te amar neste meu jeito,

mescaldo de comunhão e ausência.


JOÃO PEDRO

1 comentário:

Cláudya disse...

Jamais desisto de TI, do teu coração, do teu cheiro, do teu olhar, do teu sabor, de te sentir, do teu jeito... do teu AMOR!

És um tudo na minha vida.