segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

DESTINOS.... .... ....


... ... ...DESTINOS... .... ....



Por tantos destinos andei


muitos rumos perdi, eu sei


outros tantos encontrei.


No mapa da minha vida


pedaços de mim ficaram


e as saudades que deixei.


JOÃO PEDRO

domingo, 28 de dezembro de 2008

TUA PRESENÇA


TUA PRESENÇA:


Teus lindos Olhos

Meu fiel espelho

Tuas palabras,

Luz para o meu caminho

Tuas mãos,

minha segurança


Teus braços,

o fim do meu cansaço

Tuas pegadas,

Setas para meu caminho

Minha dor... Minha saudade..


Teu sorriso,

Janela do teu eterno ser

Teu amor,

Minha unica certeza de felicidade!


JOÃO PEDRO

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

FELIZ ANO NOVO




Feliz Ano Novo!


O nosso caminho é feito


Pelos nossos próprios passos...


Mas a beleza da caminhada...


Depende dos que vão conosco!


Assim, neste NOVO ANO que se inicia


Possamos caminhar mais e mais juntos...


Em busca de um mundo melhor,


cheio de PAZ,SAUDE, COMPREENSÃO e MUITO AMOR.


O ano se finda e tão logo o outro se inicia...


E neste ciclo do "ir" e "vir"O tempo passa... e como passa!


Os anos se esvaem...


E nem sempre estamos atentos ao que


Realmente importa.


Deixe a vida fluir


E perceba entre tantas exigências do cotidiano...


O que é indispensável para ti!


Ponha de lado o passado e até mesmo o presente!


E crie uma nova vida... um novo dia...


Um novo ano que ora se inicia!


Crie um novo quadro para ti!


Crie, parte por parte... em tua mente...


Até que tenha um quadro perfeito para o futuro...


Que está logo além do presente.


E assim dá início a uma nova jornada!


Que o levará a uma nova vida, a um novo lar...


E aos novos progressos na vida!


Tu logo verás essa realidade, e assim encontrarás


A maior Felicidade...e Recompensa...


Que o ANO NOVO renova nossas esperanças,


E que a estrela crística resplandeça em nossas vidas}


E o fulgor dos nossos corações unidos intensifique


A manifestação de um ANO NOVO repleto de vitórias!


E que o resplendor dessa chama


Seja como a tocha


Que ilumina nossos caminhos


Para a construção de um futuro, repleto de alegrias!


E assim tenhamos um mundo melhor!


À todos nós companheiros(as) que temos o mesmo ideal,


Amigos(as) que já fazem parte da minha vida,


Desejo que as experiências próximas de um ANO NOVO


Vos sejam construtivas, saudáveis e harmoniosas.


Muita Paz em teu contínuo despertar! "UM FELIZ 2009"
JOÃO PEDRO

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

FELIZ NATAL

Até que um não senta a verdadeira alegria de Natal, não existe. Todo o demais é aparência - muitos enfeites. Porque não são os enfeites, não é a neve. Não é a árvore, nem a chaminé. O Natal é o calor que volta ao coração das pessoas, a generosidade de compartilhá-la com outros e a esperança de seguir adiante.
Formam-se nuvens de esperança num céu de bondade,Em cada coração há uma enorme desejo de felicidade e alegria!
Lares se iluminam numa magia sem qualquer maldade,Iniludível, apenas o amor engrandece este lindo e peculiar dia...Zelando totalmente pela nossa total paz e harmonia!
No íntimo de cada um de nós está o sentimento mais puro,Aquele que norteia o significado verdadeiro da comemoração,Todos sabem que Jesus é o nosso salvador e o porto seguro,Aquarela de todas as emoções num só bondoso coração,Libertando em todos nós os termos da sublime doação!
Alegria em cada rosto sem mascarar a tristeza,Mudanças de atitudes e gestos de solidariedade,Inquietação vestida da mais simples e calorosa nobreza,Guardando em cada Ser o sentindo da sua própria verdade,Originando a fagulha da mais verdadeira e sincera felicidade,Somamos nossas expectativas numa única vontade: PAZ

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Tu és O meu encanto


TU ÉS O MEU ENCANTO


O eco do teu solitário canto,

eu encontro o teu carinho,

na tua água cheia de emoção,

que mareja os teus olhos doces.


Ouve o eco da tua voz solitária,

nas profundezas de minha alma,

sente a paz que é transmitida.

pela verdade que te ilumina.


Não desistas de mim nem do cheiro,

deste amor nosso incondicional,

que nasceu nas asas do anjo irmão,

que ousou tocar nosso bem querer.


Não inventes mais palabras tristes,

sente a paz que daqui vai cúmplice,

embalada nesta musica que toca,

ao som das baladas de amor celeste.


Solta a voz e dá corpo à canção,

não deiches que o desencanto a cale,

brota o meu peito a doce emoção,

permite que esta energia se instale.


Os véus se quebram e como é leve

o jugo da caminhada por amor,

deixa eu te amar neste meu jeito,

mescaldo de comunhão e ausência.


JOÃO PEDRO

NA TUA LUZ


NA TUA LUZ



Nascem cúmplices as palabras,

quando me embebedo no teu amor.

Eles não sabem nem sonham..


Que por ti falo, inquieto e doce,

pueril e magico na luz tua,

que me possue docemente.


tantos em todo o mundo,

sentem a Paz que vem,

canalizando o teu cheiro.


Cada vez mais acordam,

da sonolência da palabra,

e pousam um olhar de amor.


Na terra que precisa de paz,

nos que partem esquecidos,

na vibração que não aguentam.


Voltarão para uma nova luz,

amorosos e doces, na poesia

que se sente o teu cheiro.


Maresia, água da emoção,

ondas que rebentam,

em acalorada vibração.


Mar tumultuoso e áspero,

para que depois se adoçe

cada grito, cada alma...


JOÃO PEDRO

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

NOVO OLHAR




Já desponta no horizonte


um olhar da mesma alma


que se veste de cloridas esperanças.


Que com o coração sorrindo de Amor


segue a trilha da linha infinita do tempo.


Alma que na curva do caminho


deixa cair uma lágrima de SAUDADE




JOÃO PEDRO

Especialmente Tu


ESPECIALMENTE TU


E de repente apareces tu

como um brilho de um raio de sol

que entra pela janela

do meu coração

ao amanhecer


Tu


Que me houves em cada silêncio

Que me respondes em cada pensamento

Que entende o que eu não sei explicar


como foi bom te encontrar

De mansinho, se instalou

Tomou conta dos meus pensamentos

Numa plenitude de sonhos e sentimentos

que ficarão na memória, inesquecíveis

apesar do tempo..


JOÃO PEDRO

SONHANDO ACORDADO


Sonhando acordado


Conheci-o,
Era lindo,
Era macio
Estava curtindo.


Curtindi, não de curtir
Mas de viver a vida.
Sabia que ela ia vir.
Ela? Ela quem?


Sombra que parou
Sobre nossas cabeças
Sombra que o escondeu
Sombra que o matou


Fiquei ali a olhar
Sem saber o que fazer
Talvez devesse cantar
Ou gritar para o voltar a ver


A minha boca calei
Fiquei ali parado
Só então reparei
Que estava sonhando acordado.


JOÃO PEDRO

MEU ANJO DA GUARDA


Meu anjo da Guarda


Meu anjo da Guarda
Meu guardião
Que guardas o meu coração
E proteges a minha alma.


Meu anjinho
Meu amiguinho
Que me acompanhas
Nas horas de muito carinho
E naquelas de grandes tristezas.


Tás comigo
Desde que vim ao mundo
E nunca me abandonaste
Sempre me ouviste.


Sem te conhecer
Já gosto imenso de ti
Desejo um dia poder te ver
Para te agradecer
E amigos sempre seremos.


Sabes tudo sobre mim
Tudo o que eu sinto
Tudo aquilo que penso
Tudo o que passa pelo meu pensamento
Tudo o que eu mais desejo.


Nos meus sonhos
Tu entras
Através deles
Tu comunicas
Só desejo os poder percebe-los.


Num momento de muita confusão
Através do meu coração
Tu me aconselhas
Tu me ajudas.


Dedico-te a ti
E só a ti
Este poema.


JOÃO PEDRO

A FELICIDADE


Que a felicidade não dependa do tempo.

Nem da paisagem.

Nem da sorte.

Nem do dinheiro.

Que ela possa vir com toda a simplicidade.

De dentro para fora.

De cada um para todos.

Que as pessoas saibam falar,calar.

E acima de tudo ouvir.

Que tenham um amor.

Ou então sintam falta de não tê-lo.

Que tenham um ideal.

E tenham medo de perdê-lo.

Que amem ao próximo e respeitem sua dor.

Para que tenhamos certeza de que viver...

Vale a pena!...


JOÃO PEDRO

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

QUANDO


Quando



Quando olhava as flores
Descobri mil amores.
Quando caminhava pela avenida
Sonhei com a tua despedida.



Quando estava a dormir
Sonhei ver-te sorrir.
Quando vi o teu sorriso
Pensei estar no paraíso.



Quando descubro arvoredos
Descubro mais de mil segredos.
Quando vejo uma floresta
Descubro uma festa.



Quando o dia amanhece
O sol aparece.
Quando vejo a flor nascer
Sinto um grande prazer.



Quando ouço uma poesia
Vejo no ar magia.
Quando penso em te falar
Não consigo te encontrar.



Quando me sentei à lareira
Estava com grande canseira.
Quando estou contigo
Não sinto algum perigo.



Quando te ouvia
Só sorria.
Quando te Adorei

Em ti preso eu fiquei.



Quando ouço canções
Gostava de ter mil corações.
Quando penso no final
Sinto-me um pouco mal.


JOÃO PEDRO

NEM CONTIGO NEM SEM TI


Nem contigo nem sem ti




Gosto, quando me odeias

Sofro, quando estás perto

Sinto-me só, quando me rodeias

Cura, meu coração aberto

Minha alma sofre

Quando te vejo passar

Sei que fazer nada pode

Para tua boca beijar

Gosto com toda a minha essência

O meu sentimento é sincero

Tens toda a minha paciência

Por ti, toda a eternidade eu espero

Sei que não posso estar contigo

Sei que não posso estar sem ti

Talvez possa apenas ser teu amigo

A decisão depende apenas de ti

Algo mais eu queria

Algo mais eu esperava

Mas tal como eu temia

Pelos outros foste enganada


JOÃO PEDRO

" POR TI "


"POR TI""



A teu lado

eu quero ficar

teu corpo sentir

tua boca beijar
tudo em ti

faz meu coracao sorrir

por ti tudo faco

por mim nada podes fazer

pois tu nao sabe

so sentimento que abarca

todo o meu ser


JOÃO PEDRO

PENSEI


Pensei ...


Pensei ...

que sempre

que nunca

Pensei ...que não havia fim

que não era assim

Sonhei ...que seria assim

que haveria um fim

que nunca

que sempre

Fechei ...para sempre

para nunca

para além de mim

para além dum sim

Abri ...quando pensei que

Perdi ...quando fechei o que

Sonhei ... mas

Descobri - TE


JOÃO PEDRO

SENTIDOS


Sentidos



Se os olhos brilham
É porque cantam
É porque me encanto
É porque estou feliz


Se os ouvidos ouvem
É porque te ouço
É porque eles querem
É porque há música


Se o nariz cheira
É porque há perfume
É porque estás perto


Se a boca saboreia
É porque não te odeia
É porque sabe que gosto de ti..


JOÃO PEDRO

UM SONHO


Um Sonho




Tive um sonho
sonhei como era feliz
Contigo tudo tinha magia
e reinava a alegria

Comecei por te admirar
depois passei a conhecer-te
entretanto, já gostava de ti
por fim, amava-te tanto

Um olhar teu em minha direcção
faz disparar o meu coração

Sentir a tua mão a tocar na minha
faz-me voar de emoção
sinto-me no céu com a tua companhia

E, aqule beijo que me deste
Dei por mim a vibrar
crescendo um enorme desejo
de te beijar de novo sem parar

De repente, acordei e o meu sonho acabou
naquela parte em que eu já te amava loucamente
afinal tudo não passou de apenas um sonho
um sonho, pelo qual desesperadamente espero...


JOÃO PEDRO

PROCUREI-ME



Procurei-me


Não sei onde me procurar...
Não me encontro... procuro-me
Onde estou eu?
No céu,na Lua ou no Mundo?
Estou perdido, sem caminho
para voltar...
Alma tão bela, que não me encorajas a seguir,
Dá-me algum sinal.
Quero voltar á terra e ter
Alma no coração.
Quero ser presente.Quero ser passado.
Quero ser futuro.
Mas...não sei onde está o presente.
O passado morreu.E o futuro?
Está viajando nas veias do
Pensamento.
Sonhar é uma ilusão... mas alimenta.
Entristece...angustia... mas
Alimenta-nos.
A vida é tão curta...
Nunca digas adeus
Aos sonhos que te surgem
No pensamento.
Pensamento?!Mas... afinal
Onde se alojou o sonho?
no pensamento ou no coração?
Não encontro explicação...
Contudo, há solução!
Para quê me encontrar,
Se viver não tem sentido?
Para quê viver,
Se não há mais nada para encontrar?
Como posso encontrar os outros
Se nem eu própria me encontro?
Procurei-me em todo lado,
Procurei-me em todos,
Mas só me encontrei em mim mesmo!
Viver a vida sem alguém do lado
É como uma fogueira sem lenha.
Perdemos o senso de viver.
Perdemos o sentido de viver,
Pois não há maneira de acalmar o coração.
Viver na terra só com o corpo
Não tem qualquer sentido.
Por isso alma...vai-te encontrando,
Porque a vida passa
E eu não quero perdê-la!



JOÃO PEDRO

NO SILÊNCIO DA NOITE


NO SILÊNCIO DA NOITE

Foi numa noite de luar,
Que me senti levar,
Foi então que tive em mente,
Ser estrela cadente,
Vaguear como duas almas apaixonadas,
Juntas pelo universo,
Libertar-me, destas amarras da vida,
Sendo livre de voar pelo mundo,
Sem parte definida,
Sem local de chegada,
Sem destino escolhido,
Essa liberdade de viver,
Apenas se compadece, com a vontade de oferecer.
Por vezes, procuro-me no luar,
Fascina-me o teu olhar,
Pergunto-me, se estou a sonhar,
Não sei !
Sei apenas, que tenho sempre o luar,
Para me acompanhar!


JOÃO PEDRO

Tu & Eu


TU E EU !!

És tu que foges?
Sou eu que te fujo?
Não o sei
Sim o que sei, é que não luto!

Farto de lutas, assim estou
Carrego-me a mim,
Mas faço-o por ti.
Calado apenas, observo-te
Passando por mim, sinto-te
Numa dor, que mais parece um calor,
Num calor, que transparece um frio!

Falam-me, que não te percebem
Junto-me a elas, quando te digo que também não,
Em sentimento de amor ,
Arrasto-te com valor...

Andando por palavras
Sigo a avenida de sonhos
A quem me pergunta,
Respondo, que por tudo passei!

Solidão, consequência de sonhos!
Magoas ardentes, resultado de caminhos!
Escritas de tolos?
Se o passas-te , não o dirás!

Para mim ,
Basta estar para o ser,
Destino o meu , ser como existo,
Para tal limito-me a crer!

Enfim aqui estou,
Para sempre?
Não certamente,
Mas para ti, eternamente!!


JOÃO PEDRO


AMOR PRIVADO:


Amor Privado


Maldito tempo perdido
Neste amor parado
Tristezas de um detido
Ficar na vida atrasado.
O perfume do teu corpo,
O sabor de te abraçar
Aqui o amor está morto,
E eu carente para te amar.
Loucas saudades sinto
Desses lábios que são teus,
Aqui neste labirinto
Desejo teus lábios meus.
Sou o Inverno mais frio
Neste mundo sem calor,
Porque a sorte me decidiu:


"Privar o teu amor!"


JOÃO PEDRO

LAGRIMAS DE SAUDADE:


Lagrimas de saudade.


A chuva cai...a tarde esta tão fria.

solidão dói em meu peito,

as LEMBRANÇAS não tem como evitar.

Penso em ti !

as lagrimas rolam em minha face a SAUDADE machuca!

Bate uma vontade louca de te ver.

penso na distancia que nos separa,e tento me convencer que esse amor teve o seu fim.

Mas, as lagrimas que teimamem molhar meu rosto me dizem...

Que não vou conseguir !!


JOÃO PEDRO

AMAR


Amar

Amar é dar tudo e nada pedir;
É contemplar com emoções o rosto querido;
É sentir as lágrimas no despedir;
É sofrer a separação do abandono.

É saber com infinita e amarga tristeza,
É compreender, com uma vida intera sonhar,
Com todo amor que se quer dedicar em grandeza,
Assim mesmo, é pouco tempo, para muito amar.

Tiremos todo proveito dos minutos que passam;
Porque esses instantes são o que contam;
Porque eles, pesarosamnte, não mais regressam;
Esses momentos são séculos aos que se encantem


JOÃO PEDRO

AMAR É:


Amar é


olhar para dentro de ti mesmo,

e dizer: Eu quero

É viver intensamente

É sonhar com uma gota de realidadee realizar uma gota desse sonho

É estar presente até na ausência.
Amar é ter em quem pensar

É razão que ninguém teria razão para nos tirar

É ser só de alguém e nunca deixar esse alguém só

É pensar em TI tão alto a ponto de TU escutares

Amar é ir até a morte

É acordar para a realidade do sonho

É vencer através do silêncio

É ser feliz até com um pouco, quando muito não é bastante.
Amar é dar anistia ao Teu coração

É sonhar o sonho de quem sonha contigo

É sentir saudades

É chegar perto na distância.
Amar é a força da razão

É quando os momentos são eternos.
Amar é ser adulto e se sentir criança

É viver a vida em versos e ao inverso

É a maior experiência na vida de uma pessoa.

Mas acima de tudo,

Amar é crer em TI e no amor.
Amar é. . . . . . Saber que alguém existe, pra mim!


JOÃO PEDRO

JEITO DE AMAR




Jeito de Amar

Ah! Este teu jeito...

Que consegue me domar...

No ponto exato...

Perfeito...E muito mais...

A te desejar.


Ah! Esta imensa vontade...

De a minha pele a tua tocar...

Suada...Arrepiada...

Pura insanidade...

Doce loucura que paira no ar.


Ah! Este maravilhoso delírio...

Que não consigo esquecer...

Teu teso corpo...Um colírio...

Junto ao meu vem te perder.


Ah! Este constante querer...

Desse amor gostoso te dar...

E de todas as formas reter...

Este...Nosso...Jeito de Amar...


JOÃO PEDRO

AMAR EM SILÊNCIO:


Amar em silêncio..


É amar em segredo.

É sofrer calado, sem poder gritar

ao mundo, todo teu amor.

São cartas, bilhetes e presentes

engavetados.


Momentos especiais,

não compartilhados.

Lágrimas derramadas

sem ninguém, pra secá-las.

É via de mão única,

onde o coração transita na solidão.

É o beijo tão desejado

e nunca realizado.

E o eu te amo, que não sai da boca pra fora.

Mas que se tornou eco dentro do coração...


JOÃO PEDRO

domingo, 7 de dezembro de 2008

A MOMENTOS: " Quando me lembro "


Quando me lembro do passado,

De como a vida era sem sentido

E sem uma finalidade aparente, e

Comparo com o meu presente- Tão belo, colorido e cheio de sonhos -Fico imaginando como o meu hoje Se transformou, depois da tua chegada Á minha vida !

Ao conhecer-te...

A tristeza no meu peito se desvaneceu !

Ao conhecer-te...Meus olhos, tão tristes e apagados,

Ganharam uma luz forte e cintilante !

Ao conhecer-te...

Meus pensamentos, tão cheios de dor,Começaram a acreditar no amor !

Ao conhecer-te...

Acredito ser o homem

Mais feliz do mundo !


JOÃO PEDRO

PASSAR POR TI:


Passar por ti

e sentir teu perfume no ar,

é o mesmo que ver o sol raiar..


Passar por ti,

sentindo toda a vibração que vejo em teus olhos

É o mesmo que tentar a vida driblar pois os meus sentidos ficam cheios de carinho;


Passar por ti,

é ver-te, acaminhar, é o mesmo que uma dança no ar;


Passar por ti

e sentir o teu calor, é o mesmo que ter um aquecedor.

Sem necessitar nos dias frios de cobertor, passar por ti,é o mesmo que me abobalhar e tua face, admirar.


Passar po ti

e setir a brisa tocar os cabelos teus,é sentir que os sentidos, já não são meus;

Assim quero admirar-te com ternura e com muita doçura!

Como seria a vida sem poder olhar teu rosto?

Para mim, só seria, desgosto...

Por que o necessito, que é te adimrar me basta apenas:


Ver-te passar...


JOÃO PEDRO

AMAR: COISA ESTRANHA


Coisa estranha, Amar...

Neste mundo estagnado, onde, tu, não estás!

Não ter o "Porquê, de ir... Nem de Ficar...

Fica uma vida muito vazia porque não sei como te encontrar.

E acabo ficando em um vazio que é de matar!

Porque a vida sem ti, não tem sentido em ficar...

Isto me chateia e magoa como o "quê", pois há muito a gente não se vê.

E... Como eu gostaria de estar perto de ti!

Então, eu me pergunto;Porquê ir, ou ficar?

Se esta vida só maltrata sem ver-te chegar!

Fico meio zonzo tateando e divagando...

É esta a sensação que dá!


JOÃO PEDRO

AMAR




Amar de maneira sutil e gostosa, sem cobranças e bem venturosa;


Esta é a maneira que sei amar...


Não sei fazê-lo, sem saber conjugar vários verbos e verbetes que combinem com a vida da gente...


Amar por amar, não sei!


Sei Amar, comjugando o verbo doar...


Conjugando também perdoar...


Mas, àcima de tudo conjugando o próprio verbo,


Amar...Sem confundir com a situação do verbo, traição;


Que não entra em meu coração...Amar...Sendo livre para voar com a minha imaginação por todas as estrelas e constelações;


Me sentindo leve por ter a certeza que este amor é a verdadeira...Condição:


De não haver apelação porser esta a verdade que se encaixa, dentro do meu coração!




JOÃO PEDRO

TEU BEIJO


È no teu descompasso que

encontro meu ritmo

Te irrito, te excito

Te trago para o meu tom

Minha língua determina teu beijo

Tua boca se desmancha na minha

Descuido do verso, esqueço da rima

Universo mudo do teu corpo, afundo...

Não digas nada

Deita-me os sonhos em teus lábios

Acolha-me a alma em tua boca,

E me beija devagar...

Hoje, só preciso do teu beijo...

Do teu beijo me curando

Do teu beijo me arrancando a dor

Do teu beijo me abraçando

Do teu beijo me fazendo amor...Beija-me...!

Assim: demorado e fundo, sem depois...

Afunda tua boca na minha boca

E, deixa que o mundo pare em nós dois...


JOÃO PEDRO

AINDA


Ainda


Não digamos "não", nem "nunca mais"...

não digamos "sempre" ou "jamais"...

digamos, simplesmente: "ainda"!...

Ainda nos veremos um dia...

Ainda nos encontraremos na estrada da vida...

Ainda encontraremos a pousada, o afeto almejado, a guarida...

Ainda haverá tempo de amar,

sem medo, totalmente... infinitamente...

sem ter medo de pedir, de implorar, ou chorar...

Ainda haverá tempo, para ser feliz novamente...

Ainda haverá tristeza, ainda haverá saudade,

ainda haverá primavera, o sonho, a quimera...

Ainda haverá alegria, apesar das cicatrizes...

Ainda haverá esperança,

porque a vida ainda é criança... e amanhã será outro dia!...


JOÃO PEDRO

NOSSO CORAÇÃO É UMA CASA


NOSSO CORAÇÃO É UMA CASA



Nosso coração é uma casa onde ninguém entra e sai, com ou sem nossa permissão, sem deixar marcas nas paredes.Muitos deixam marcas profundas de felicidade; outros deixam cicatrizes que marcarão nossa vida para sempre.Os amigos deixam marcas fortes, mas suaves. E cada vez que tocamos nossa alma com nossas recordações lá estão os traços, invisíveis, mas legíveis, como as escrituras em Braile. É suficiente fechar os olhos para ver toda uma história gravada nas paredes do nosso ser. Nesses momentos nosso rosto sorri sozinho.Os amores perdidos deixam marcas irrecuperáveis: eles deixam um gosto doce e amargo ao mesmo tempo. Amargo na maioria das vezes. Sim, eles têm mais gosto que qualquer outra coisa e sempre sobem a nossa garganta quando as lembranças nos assaltam.Tristes são as marcas das dores que deixaram os que nos fizeram mal. São as cicatrizes que deformam nossas vidas se não aprendemos a conviver com elas. Mesmo se queremos ir adiante, de vez em quando nosso olhar se volta para esses rabiscos mal traçados e sentimos a dor tal e qual no primeiro dia.Quantas vezes não impedimos que alguém entre por causa de preconceitos ou idéias pré-concebidas, ou medo de tentar de novo uma nova relação. Ao primeiro olhar, nos trancamos. Outras vezes, sem muita consciência, deixamos entrar quem não valia muito a pena. Somos maus juízes porque confiamos demais nos nossos olhos e de menos no nosso coração. Devemos pedir a Deus que nos dê um pouco mais de dicernimento, pois agindo por nós mesmos, podemos estar nos trancando a maravilhosos encontros.De vez em quando, é preciso fazer uma boa faxina nessa casinha tão preciosa. É preciso polir carinhosamente, realçar as marcas bonitas e passar tinta nova e clara nas paredes; de vez em quando é bom abrir as janelas e deixar que o sol entre e ilumine todos os cômodos. E enfeitar as janelas com flores de cores vivas e alegres.De vez em quando é mesmo muito importante achar o cantinho mais gostoso dessa casa e sentar-te nele. E rir do nada. E jogar os ressentimentos para bem longe. Sentir-st bem contigo.Se nosso coração é uma casa, faz do teu a casa dos teus sonhos. Lembre-te que não importa quantos entram e saem, tu és o dono, só tu és responsável. faz mudanças necessárias. Jogue o inútil no lixo. Só não te esqueças, nessa mudança, de colocar de volta nas paredes essas marcas benditas que deixaram esses que foram bênçãos na tua vida. Dê a mão aos doces momentos, os momentos felizes. Tudo o mais é inútil, tudo o mais deve ficar pra trás.


JOÃO PEDRO

EU SOU TEU ANJO


Eu sou teu Anjo..

Eu sou teu Anjo da Paz!



Trabalho para afastar tuas dúvidas e tristezas,

tuas magoas e pensamentos negativos.



Te inspiro auto-confiança e serenidade, acalento teu coração nos momentos de conflito.

Te proporciono bem estar físico e espiritual!



Faço tu ficares de bem com a vida.

É muito fácil me achares...

Moro na Rua da paz do teu coração!

Eu sou o teu Anjo do Amor!

Desperto teus sentimentos mais puros e reais.

Te incentivo a atos de fraternidade e perdão, de carinho e romantismo, aqueço teu coração em todos os momentos.Retribuo em dobro a tua doação de carinho e amor.

Faço tua conexão direta com deus!

É muito fácil me achares...Moro na Rua do Amor do teu coração!

Eu também sou teu Anjo da Felicidade!

tu poderás me achar sempre.

Mas antes terá que passar pelas ruas da Paz e do Amor.



JOÃO PEDRO

SOU TEU ANJO


Sou teu Anjo :Eu estou ao teu lado e sou aquele que nunca desacredita dos teus sonhos. Sou eu que as vezes altero teu itinerário, e até atraso teus horários para evitar acidentes ou encontros desagradáveis. Sim, sou eu que falo ao teu ouvido aquelas "inspirações" que tuacreditas que acabas-te de ter como "grande idéia". Sou eu quem te causa aqueles arrepios quando tu te aproximas de lugares ou situações que vão te fazer mal. E sou eu quem chora por ti quando tu com a tua teimosia insiste em fazer tudo ao contrário só para desafiar o mundo. Quantas noites passei na cabeceira de tua cama velando por tua saúde, cuidando de tua febre e renovando tuas energias. Quantos dias eu te segurei para que tu não entrasse naquele ônibus, carro e até avião?Quantas ruas escuras eu te guiei em segurança? Não sei, perdi a conta, e isso não importa. O que realmente importa, e o que me deixa triste e preocupado, é quando tu assumes a postura de vítima do mundo, quando tu não acredita na tua capacidade de resolver os problemas, quando tu aceitas as situações como insolúveis, quando tu páras de "lutar" e simplesmente reclamas de tudo e de todos, quando tu desistes de ser feliz e culpas outra pessoa pela tua infelicidade, quando tu deixas de sorrir e assumes que não há motivos para rir, quando o mundo está repleto de coisas maravilhosas, quando te esqueces até de mim, Já que me deixaram falar diretamente contigo, gostaria de te lembrar, que estou ao teu lado sempre, mesmo quando tu acreditas estar totalmente só e abandonado, até nesse momento eu estou segurando a tua mão, eu estou consolando teu coração, eu estou te olhando, e por te amar demais, fico triste com a tua tristeza, mas, como eu sei que tu nasces-te para brilhar, eu agradeço a oportunidade bendita de te conhecer e cuidar de ti, porque tu és realmente muito especial. teu anjo da guarda, que acredita em ti. Ora, Agradeçe, Pede, eu estou aí contigo te ouvindo.
JOÃO PEDRO

FALANDO DE AMOR


A afinidade não é o mais brilhante, mas o mais sutil,delicado e penetrante dos sentimentos.É o mais independente.Não importa o tempo, a ausência, os adiamentos,as distâncias, as impossibilidades.Quando há afinidade, qualquer reencontroretoma a relação, o diálogo, a conversa, o afetono exato ponto em que foi interrompido.Afinidade é não haver tempo mediando a vida.É uma vitória do adivinhado sobre o real.Do subjetivo para o objetivo.Do permanente sobre o passageiro.Do básico sobre o superficial.Ter afinidade é muito raro.Mas quando existe não precisa de códigosverbais para se manifestar. Existia antes do conhecimento, irradia durante e permanece depois que as pessoas deixaram de estar juntas. O que tu tens dificuldade de expressar a um não afim, sai simples e claro diante de alguém com quem tu tens afinidade.Afinidade é ficar longe pensando parecido arespeito dos mesmos fatos que impressionam,comovem ou mobilizam. É ficar conversandosem trocar palavras. É receber o que vem dooutro com aceitação anterior ao entendimento.Afinidade é sentir com. Nem sentir contra, nem sentir para, nem sentir por, nem sentir pelo. Quanta gente ama loucamente, mas sente contra o ser amado.Quantos amam e sentem para o ser amado,não para eles próprios.Sentir com é não ter necessidade de explicar o que está sentindo. É olhar e perceber. É mais calar do que falar, ou, quando é falar, jamais explicar: apenas afirmar.Afinidade é jamais sentir por. Quem sente por, confunde afinidade com masoquismo. Mas quem sente com, avalia sem se contaminar. Compreende sem ocupar o lugar do outro. Aceita para poder questionar. Quem não tem afinidade, questiona por não aceitar.Afinidade é ter perdas semelhantes e iguaisesperanças. É conversar no silêncio, tanto nas possibilidades exercidas quanto das impossibilidade vividas.Afinidade é retomar a relação no ponto em que parou sem lamentar o tempo de separação. Porque tempo e separação nunca existiram.Foram apenas oportunidades dadas (tiradas) pela vida, para que a maturação comum pudesse se dar.E para que cada pessoa pudesse e possa ser, cada vez mais a expressão do outro sob a forma ampliada do eu individual aprimorado.



JOÃO PEDRO

A CHUVA CAI


A chuva cai!

A chuva cai lá fora...

com ela vem a melancolia

lembranças vividas de outrora

que me fazem lembrar agora.

Ela cai serenamente

manhóza e de vagarinho

e eu caladinho e convincenteque

me traga algum carinho.

A chuva cai lá fora...

e eu tão sózinho a pensarse´rá

que ela demorae não vai mais parar?

A chuva cai lá fora...

fala com o vento e com as flore

seu penso que ela não devora

as pétalas dos meus amores.

A chuva cai lá fora...

ela tras frioela tras melancolia

ela tranforma-se em rio

que por vezes d´alegria!

Cai chuva melâncólica

dá-me um pouco de calôr

leva minha agonia assónica

deixa-me um pouco de amor!

JOÃO PEDRO

SONHO LINDO


O medo não deixa as coisasa
contecerem como deveriam.
Nos confundem e pode por tudo
a perder.

Sonho lindo que se foi
Esperança que esqueci
Foi por medo de perde que eu perdi

Tanto eu tinha pra dizer
Tanta coisa eu calei
Foi por medo de sofrer que eu sofri

Foi pensando em me guardar
E querendo não querer
Me dizendo pra esquecer
Foi pensando só em mim
Que eu pensei só em ti

Foi tentando me afastar
Foi negando meu amor
foi por não querer amar que eu te amei...

JOÃO PEDRO

TEUS SONHOS


Acredita em Ti!

Não importa de que é o mundo

O importante são teus sonhos...

Não importa o que tu és

O importante ´r o que tu queres ser...

Não importa onde tu estás...

O importante é para onde tu queres ir...

Não importa o porquê...

O importante é o querer...

Não imorta as syas mágoas

O importante mesmo, são as tuas alegrias...

Não importa o que tu já passas-te...

O passado, guarde na tua lembrança...

Não ve; apenas olha..

Não escutaa; apenas ouve..

Não toques; sente...

O mundo é um espelho;

Não seja apenas um reflexo.

Só acreditando no futuro tu conseguirás a paz para alcançar teus sonhos..

Afinal, o que importa?

Tu, importas...



JOÃO PEDRO

Trago o teu rosto nos olhos, quando entro na madrugada

Imagino-me a teu lado mão na mão, até ao despertar da alvorada



Passeamos pela areia fria, soprada por vento manso.

A lua brilha sobre o mar de prata, e em sua imensidão...



Trago o teu rosto nos olhos, sentindo-te de coração,

Caminhamos em silêncio para parte incerta,

Não há parte que aparte a incerteza de uma ilusão...



Gaivotas com frio poisam no rochedo e talvez a medo

Esvoaçam à nossa passagem na margem do mar.



Temeroso, não ouso uma só palavra, nem um só gesto

Pois o gesto deve ser lento e largo, e eu tenho

A minha mão na tua mão e o sentimento

Profundo de trazer o teu rosto nos meus olhos



JOÃO PEDRO

OLHOS

Teus olhos,donde vieram ?

Que os meus, os teus olharam

Tão ausentes que estiveram



Que p`los teus os meus choraram

Dias e dias, dia tão triste

Em solidão desamparado

Senhora que tu não viste



Quanto eu sou um mal-amado

Em meus olhos os teus ficaram

Como abençoada alegria,



Por teus olhos, os meus rezaram

Só teus olhos aliviam, a pesada solidão

São teus olhos harmonia



No sombrio jardim, deste pobre coração



JOÃO PEDRO

TEUS LINDOS OLHOS


Teus olhos lindos, da cor dos sonhos,

e da fantasia, atinge meus olhos negros com magia,

e hoje fazem-me chorarTeus olhos, cor do mar,. ..

sou peixe, que a tua rede apanhou, e meus olhos encantou,

Teus olhos, cuja beleza é infinita,

atravessaram a minha vidameus olhos enfeitiçou,

e fez brilhar, uma estrela de alva luz,

que o tempo tinha feito apagar!

Teus olhos,

deixaram os meus rendidos ao teu doce olhar



JOÃO PEDRO

NOS TEUS OLHOS


São nos teus Olhos que me encantam,

Que encontro a minha Paz…

São nos teus Olhos que me fascinam,

Que encontro o Amor…

São nos teus Olhos que me seduzem,

Que encontro o desejo…

Nos teus olhos de Amêndoa,

Existe uma luz divina,

Que me penetra e ilumina…

Que me enfeitiça e fulmina…

É nessa luz doce do teu olhar,

Que justifico a minha vida…

Ganho força desmedida,

E me faz sempre voltar…

Nas Danças do teu atraente Olhar,

Associas ritmo ao teu corpo…

Balanceias o teu desejo ardente,

Com as danças do teu ventre…

Me envolves no teu véu,

Me fulminas com o olhar,

Envolvo-me na tua dança,

Até acabar por te Beijar…

No teu doce Olhar Moreno,

De Mulher Moura encantada…

Encontro a luz da minha vida…



JOÃO PEDRO

ELEMENTOS DO AMOR


ELEMENTOS DO AMOR


Os elementos do amor ;

Um olhar como promessa

De uma primavera em flor,

Dez dedos a deslizar

Nos montinhos do teu peito,

Três suspiros de prazer

Quando o poema está feito.

Algumas coisas por dizer

Outras tantas para esconder...

Entre dois assaltos d`amor

A calma infinita do vazio,

E o despertar do desejo

Para voltar a matar o cio...

Em ti planto sementes,mulher,

minha terra,

Meu mar de descobertas

Minha bandeira branca

Que despertas em mim

A harmonia e a paz.

Que deitados em tua cama

Viver de amor, sou capaz

Ficando com a certeza

Que tu nasceste mulher

Mais bela que a natureza !


JOÃO PEDRO

ESSA SAUDADE


Essa Saudade..

Ah essa saudade

É lá que minh'alma vive...

Esta gravado no coração

Essa razão de meu viver



Deitado na relva eu fico

Olhando este céu imenso

A alma quer flutuar até ti...

Mas sabe-se neste corpo denso



Cansado me encontro depois

Desta luta desigual

Querer chegar a ti...

E ser pobre mortal



Então vago em sonho

Te tenho como fosse real...

Hoje a chorar me ponho

Querendo que seja real



JOÃO PEDRO

ESSA SAUDADE


Essa Saudade...
Ah essa saudade
É lá que minh'alma vive...
Esta gravado no coração
Essa razão de meu viver


Deitado na relva eu fico
Olhando este céu imenso
A alma quer flutuar até ti...
Mas sabe-se neste corpo denso

Cansado me encontro depois
Desta luta desigual
Querer chegar a ti...
E ser pobre mortal

Então vago em sonho
Te tenho como fosse real...
Hoje a chorar me ponho
Querendo que seja real

JOÃO PEDRO

SEM RUMO


Amo-te

E nada é mais verdade,

Que este amor

Que transporto no meu peito,

Neste chão onde caminho

Sem rumo, sem direcção.





Amo-te

E por amar-te

Não vivo nesta vida

Sem sonhar-te,

Em cada nuvem que passa

Em cada flor que brota

Em cada ave no céu

Em cada poesia que nasce





Amo-te

Num caudal de ternura

E na alta montanha

Onde nasce a água pura.



Amo-te

E morro na desventura

De ter a noção exacta

Que este amor é loucura.



JOÃO PEDRO

GOSTO DE TI


Gosto de TI

No lugar onde o tempo se perde

E os sentimentos se entregam

Onde a Ternura sucede


E sorrisos mil se aportam


Gosto de TI

Onde a vida se torna Esperança

A todo e qualquer Momento

Que prima por ser intenso


E onde o Amor sorri e dança


Gosto de TI

Porque és a vida e a Bonança

Dentro deste meu coração

A mim trazes a Esperança


Que me deixa, leve e sem razão


Gosto de TI

Porque és a calma e a Temperança

Que embala o meu ser de Criança

És a alma que se Alcança


Em suave e Doce Lembrança


Gosto de TI...

num toque de sonho...

num jardim perdido

És um carinho Risonho...


onde espero rendido


Gosto de TI

Por tudo o que és!

Por gostar e querer tanto

Rendido caio a teus pés

Que terno é o teu encanto!

POR: JOÃO PEDRO